Archive for the ‘Sem categoria’ Category

Eventos já com as inscrições abertas na UFRN

segunda-feira, agosto 19th, 2019
Ciclo-Palestras-Coop.-Tec.-Internacional
CICLO DE PALESTRAS – COOPERAÇÃO INTERNACIONAL LAIS/UFRN
Comunicação e Antropologia na Saúde: desafios e perspectivas das diversidades e desigualdades socioculturais

Tema: Biomedicina e Antropologia: reflexões sobre o trabalho interdisciplinar com populações em vulnerabilidade.
Palestrante: Profa. Dra. Lucía Sanjuán Núñez – Médica e Dra. em Antropologia, professora associada da Universidade Autônoma de Barcelona e pesquisadora do ERAAS-GRAFO (Equip de Recerca Aplicada en Salut, en el Grup de Recerca en Antropologia Fonamental i Orientada).

Tema: Como a mídia olha para a sociedade e como a sociedade olha para a mídia
Palestrante: Prof. Dr. Nicolás Lorite García – Professor do Departamento de Publicidade, Relações Públicas e Comunicação Audiovisual da Universidade Autônoma de Barcelona (UAB – Espanha) e Diretor do Observatório e Grupo de Pesquisa de Migração e Comunicação – MIGRACOM (UAB).
HORÁRIO: 19h-21h
LOCAL: Auditório do Departamento de Educação Física da UFRN, Campus Lagoa Nova.

MINICURSO
Como a mídia representa a sociedade e como deveria realmente representá-la: materiais para um decálogo de boas práticas midiáticas aplicadas à inclusão social e à prevenção
O minicurso “Como a mídia representa a sociedade e como ela deveria realmente representá-la: materiais para um decálogo de boas práticas midiáticas aplicadas à inclusão social e à prevenção”, promovido pelo Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS/UFRN), apresenta o trabalho desenvolvido pelo Observatório e Grupo de Pesquisa de Migração e Comunicação – MIGRACOM da Universidade Autônoma de Barcelona (UAB). Será ministrado pelo Prof. Dr. Nicolás Lorite García (UAB). O curso com duração de seis é destinado a professores e estudantes de graduação e pós-graduação da área de Comunicação, Saúde, Ciências Sociais, Educação, para profissionais de comunicação, saúde e educação e pesquisadores do Projeto Sífilis Não!. Como objetivos destacam-se: A) apresentar exemplos sobre a representação (fenotípica, protagonismo, etc.) das diversidades socioculturais, funcionais, etc., das migrações e dos grupos vulnerabilizados na publicidade, informação e ficção; B) apresentar um esquema metodológico e teórico para analisar o tratamento mediático e os seus efeitos dinamizadores na recepção social; C) discutir e recolher ideias sobre a forma apropriada de representar a sociedade e produzir uma mensagem de impacto de qualidade para campanhas como a sífilis. O evento é fruto da cooperação técnica e científica internacional desenvolvida no projeto de inovação Pesquisa Aplicada para Integração Inteligente Orientada ao Fortalecimento das Redes de Atenção para Resposta Rápida à Sífilis (LAIS/SEDIS/NESC/UFRN/OPAS/MS 2018-2021), coordenado pelo Prof. Dr. Ricardo Valentim (LAIS/UFRN).
O curso será realizado de 02 a 03 de setembro de 2019, das 15h30-18h30, no Auditório da SEDIS/UFRN, Campus Lagoa Nova, Natal-RN.

RESULTADO DA SELEÇÃO DE ALUNO ESPECIAL MESTRADO E DOUTORADO/PPGEM 2019.2

segunda-feira, agosto 5th, 2019

Segue abaixo a lista com os nomes dos candidatos selecionados para Aluno Especial PPgEM em 2019.2:

resultado aluno especial 2019.2 – PPGEM

Os candidatos selecionados receberão um e-mail com o número de matrícula e deverão se matricular nas disciplinas pleiteadas, por meio do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas – SIGAA (www.sigaa.ufrn.br), nos dias 06 a 09/08/2019.

II SEMINÁRIO INTERNACIONAL PROCAD CAPES USP/UFRN/UFMS – Mediaciones, Estudios Visuales y Humanismo Latinoamericano

quarta-feira, julho 31st, 2019
Ministrante: Prof. Dr. Fernando R. Contreras – Universidade de Sevilha (Espanha).

SESSÃO I
DIA 13 DE AGOSTO DE 2019 – MANHÃ – 09-12h

SESSÃO 2
DIA 13 DE AGOSTO DE 2019 – TARDE – 15-18h

Local: Auditório I do Labcom, Decom/UFRN, Campus Lagoa Nova.

Todo o humanismo implica um projeto de superação das decadências do humano. O humanismo latino-americano está fundamentalmente entrelaçado nos frágeis fios da mestiçagem, hibridação, subalternidade, mediação e apropriação da diversidade cultural. Conceber o latino-americano implica controvérsias como a lealdade ao primitivo e a abertura ao moderno. A busca de uma identidade humanista latino-americana não é um programa de mediação simbólica, mas um exercício de criação transcultural que termina em uma promessa insatisfatória. Neste seminário, analisaremos através da investigação da cultura visual e dos princípios dos regimes escópicos a reconstrução de um pensamento humanista utópico onde a intercomunicação entre as diferentes identidades culturais do continente e o intercâmbio de um novo universalismo pluricultural estão abertos ao diálogo contínuo. O culto à natureza, a busca da liberdade, a razão, o protesto ou a obediência, as experiências cotidianas, o caminho da felicidade serão aspectos a contemplar no estudo da evolução do pensamento iluminado latino-americano à cultura pós-moderna das mediações. Através de estudos culturais, especificamente estudos visuais, o seminário destacará a importância da mediação simbólica e da obsessão popular por certas iconografias. O culto do poder, da natureza ou a manutenção de crenças tão profundas que já estão escondidas no subsolo do inconsciente são expressos nessas iconografias pertencentes à vida moderna. Todas estas questões serão apresentadas ao longo das sessões do seminário para serem debatidas, a fim de medir com precisão filosófica o humanismo latino-americano.

O Seminário será ministrado pelo Prof. Dr. Fernando R. Contreras, Professor Titular de Cibercultura no curso de Jornalismo da Universidad de Sevilla, Vicedecano de Infraestructuras, Tecnologías y Desarrollo de Proyectos da Facultad de Comunicación (9 años) y director del Grupo de Investigación de Tecnología, Arte y Comunicación do Plan Andaluz de Investigación, Desarrollo e Innovación (PAIDI 2008-2014).

Cartaz-SeminárioContrerasUFRN

Aula Inaugural 2019.2 PPgEM: A comunicação como trabalho no capitalismo de plataforma

terça-feira, julho 30th, 2019
A Aula Inaugural do semestre 2019.2 do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Mídia (PPgEM) terá como tema: “A comunicação como trabalho no capitalismo de plataforma” e será realizada no dia 05 de agosto, às 19h, no Auditório 1 do LabCom. Nesta aula, pretende-se argumentar a relevância da comunicação como aspecto fundamental dos processos de trabalho na sociedade contemporânea, cujo sistema do capital é comandado por empresas de plataformas que operam com dados privados dos cidadãos e produzem formas de organização, vigilância e controle específicos da sociedade.
A Aula Inaugural será ministrada pela Profa. Dra. Roseli Figaro, pós-doutora e livre-docente. Atualmente é Professora da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, Coordenadora do PPG em Ciências da Comunicação da ECA-USP e Coordenadora do Centro de Pesquisa em Comunicação e Trabalho. Possui mais de 100 publicações entre artigos científicos, livros e capítulos.
Este evento faz parte das atividades de cooperação do PROCAD CAPES USP/UFRN/UFMS.
Link para o evento e inscrição:
https://sigaa.ufrn.br/sigaa/link/public/extensao/visualizacaoAcaoExtensao/91812429

Curso “Comunicação e trabalho: as mediações do local revelam conflitos “

terça-feira, julho 30th, 2019
A cidade, a região, o país e o continente estão sendo estudados em sua dimensão mediadora das condições de trabalho dos comunicadores no cenário da concentração e oligopolização dos meios de comunicação, sobretudo, manifestos nas empresas Google e Facebook. Estudamos a interrelação comunicação e trabalho na dinâmica da atividade jornalística em suportes digitais e nas redes sociais em São Paulo, no Brasil e na América Latina. As metodologias são diversificadas no escopo da triangulação de métodos e técnicas de pesquisa. Os resultados das pesquisas indicam que, no setor da comunicação, as mudanças implantadas sobrelevam os interesses do capital financeiro, em detrimento dos profissionais e da maioria da população. Resultam na precarização do trabalho, no empobrecimento e na perda da identidade profissional. As mediações do local, no que tange à comunicação e trabalho, são expressas nos termos centro – periferia, contraposição necessária para tornar visível o “outro” fora do sistema do centro; e na forma regional – nacional, para nomear as particularidades de como o hegemônico se apresenta no local. Por outro lado, as relações de comunicação no mundo do trabalho revelam a busca por formas outras de se organizar o trabalho como meio de vida profissional e econômico. A forma como essa busca tem se manifestado foi nomeada por nós de “arranjos alternativos e independentes de trabalho”.
O curso será ministrado pela Profa. Dra. Roseli Aparecida Figaro Paulino, pós-doutora e livre-docente, Coordenadora do PPGCOM da ECA-USP e do Centro de Pesquisa em Comunicação e Trabalho – CPCT. O evento integra as atividades do PROCAD CAPES USP/UFRN/UFMS. Local: Auditório I do LABCOM, UFRN. Dias 05 e 06 de agosto de 2019.
Link para o evento e inscrição:
https://sigaa.ufrn.br/sigaa/link/public/extensao/visualizacaoAcaoExtensao/91812428

CALENDÁRIO DO PPGEM 2019.2 (TERCEIRA RETIFICAÇÃO)

sexta-feira, julho 19th, 2019
  • MATRÍCULAS (ONLINE) PARA ALUNOS REGULARES DA UFRN: 22 a 26/07/2019  no SIGAA (www.sigaa.ufrn.br).
  • PERÍODO DE VALIDAÇÃO DAS MATRÍCULAS PELOS PROFESSORES ORIENTADORES: 29/07 até 02/08/2019.
  • PERÍODO DE INSCRIÇÃO PARA A SELEÇÃO DE ALUNOS ESPECIAIS: 22 a 26/07/2019, das 08h às 17h, na Secretaria do PPGEM (prédio do DECOM).

OBSERVAÇÃO: O candidato poderá se inscrever em mais de uma disciplina, mas deverá apresentar Requerimento e Currículo Lattes para cada inscrição. O número de vagas para alunos especiais será de, no máximo, 20% das vagas preenchidas pelos alunos regulares. Os documentos necessários são:

  • Requerimento (disponibilizado no site);
  • Cópia da Carteira de Identidade e do CPF;
  • Cópia do Diploma e do Histórico Escolar da graduação;
  • Cópia do Currículo Lattes resumido.
  • RESULTADO DOS ALUNOS ESPECIAIS SELECIONADOS: 05 de agosto de 2019, no site www.cchla.ufrn.br/ppgem;
  • PERÍODO DE MATRÍCULA DOS ALUNOS ESPECIAIS SELECIONADOS: 06 a 09 de agosto de 2019.
  • PERÍODO DE REMATRÍCULA ALUNOS REGULARES: 26 a 28 de agosto.
  • INÍCIO DO SEMESTRE LETIVO 2019.2: 05 de agosto de 2019.
  • ÚLTIMO DIA PARA TRANCAMENTO DE DISCIPLINAS (no SIGAA): 30 de setembro de 2019.
  • TÉRMINO DO SEMESTRE LETIVO 2019.2: 29/11/2019.

DETALHAMENTO DAS DISCIPLINAS:

PEM0010 – TÓPICOS EM COMUNICAÇÃO MIDIÁTICA 1 – LITERATURA, MÍDIA E DIREITOS HUMANOS

Dia/hora: segundas-feiras das 14h55 às 17h40 (2T345)

OPTATIVA PARA MESTRADO E DOUTORADO

Profs.: Angela Pavan e Socorro Veloso

Carga horária: 45h

Créditos: 03

Ementa: Com o apoio de produções literárias e de distintos enfoques teóricos e metodológicos associados ao campo da literatura e das mídias, propõe-se o debate em torno da multiplicidade de experiências narrativas, bem como de seus desdobramentos (obras de ficção e não ficção, histórias de vida, projetos coletivos, produções no ambiente digital, narrativas audiovisuais, entre outros) visando à compreensão do complexo cenário social, cultural e político nos quais essas experiências se encontram – e se confrontam.

PEM0001 – TEORIAS DA COMUNICAÇÃO MIDIÁTICA

Dia/hora: terças-feiras das 13:50 às 17:40 (3T2345)

OBRIGATÓRIA PARA MESTRADO E DOUTORADO (para alunos ingressos em 2019.1)

Profs.: Juciano Lacerda e Michael Hanke

Carga horária: 60h

Créditos: 04

Ementa: Conceitos de Mídia. Lógicas, suportes, materialidades, convergências e dispositivos midiáticos. Perspectivas dos estudos das mídias na contemporaneidade. Práticas e sociabilidades nos processos midiáticos. Paradigmas, modelos e processos em construção.

PEM0006 – ESTUDOS DE MÍDIA E PRODUÇÃO DE SENTIDO

Dia/hora: quartas-feiras das 13:00  às 15:45 (4T123)

OBRIGATÓRIA PARA MESTRADO E DOUTORADO DA LINHA DE PRODUÇÃO DE SENTIDO (para alunos ingressos em 2019.1)

Profs.: Josenildo Bezerra e Luciana Miranda

Carga horária: 45h

Créditos: 03

Ementa: A mídia enquanto instituição social. Interrelacionar as práticas midiáticas com os processos de significação socioculturais. Articular o equilíbrio entre a representação que a mídia faz das identidades locais, regionais, nacionais e globais e as noções de espaço público.

PEM0007 – ESTUDOS DE MÍDIA E PRÁTICAS SOCIAIS

Dia/hora: quartas-feiras das 15:45 às 18h30 (4T456)

OBRIGATÓRIA PARA MESTRADO E DOUTORADO DA LINHA DE PRÁTICAS SOCIAIS (para alunos ingressos em 2019.1)

Profs.: Itamar Nobre e Sebastião Albano

Carga horária: 45h

Créditos: 03

Ementa: Contribuição das Ciências Sociais para a compreensão das práticas midiáticas na sociedade contemporânea, com ênfase no exame dos processos midiáticos. Construção de identidades. Espaço público. Mídia e construção da realidade social. Organização jurídico-políticae ecômicados sistemas midiáticos. Iniciativas e respostas sociais de interação com as mídias.

PEM0012 - TÓPICOS EM COMUNICAÇÃO MIDIÁTICA 3 – POLÍTICAS DE COMUNICAÇÃO NOS TEMPOS DE CÓLERA

Dia/hora: quintas-feiras das 13h às 15h45 (5T123)

OPTATIVA PARA MESTRADO E DOUTORADO

Profs.: Janaíne Aires e Suzy dos Santos

Carga horária: 45h

Créditos: 03

Ementa: A verve crítica de Garcia Márquez ao narrar a vida política nos serve como dupla inspiração. Por um lado, sua farta produção jornalística está repleta de exemplos que remetem com facilidade ao berço das nossas elites – patriarcal-patrimonialista – e seu modus operandi – clientelista, colonizado – e, por outro lado, a longa jornada até a travessia final para o amor de Fermina e Florentino, no romance O amor nos tempos do cólera, nos serve de analogia para o estudo das complexas relações que se estabelecem entre os sistemas midiático e político na construção das políticas de comunicação no contexto capitalista dos países periféricos. O longo rito da travessia, permeado por intervenções estruturais ou por impactos conjunturais, inspira a pensar uma linha narrativa das políticas de comunicação na história política nacional no último século. Começando na implantação do rádio, no contexto das duas grandes guerras do século XX, passando pelos longos períodos autoritários e chegando ao atual contexto de desdemocratização global, pretendemos estudar a economia política da comunicação, em particular da radiodifusão aberta, analisando suas lógicas estruturais, processos de mercantilização e suas dinâmicas de espacialidade no Brasil. A base essencial será a discussão das possibilidades metodológicas, de coletas de dados e do marco conceitual do projeto de pesquisa Coronelismo Eletrônico: dinâmicas assimétricas de poder e negociação, desenvolvido pelo grupo de pesquisa Políticas e Economia da Informação e da Comunicação como parte dos resultados finais da pesquisa.

PEM0011 – TÓPICOS EM COMUNICAÇÃO MIDIÁTICA 2 – IMAGEM, MÍDIA E CRISE DA REPRESENTAÇÃO POLÍTICA

Dia/hora: quintas-feiras das 15:45 às 18:30 (5T456)

OPTATIVA PARA MESTRADO E DOUTORADO

Profs.: Adriano Cruz

Carga horária: 45h

Créditos: 03

Ementa: A midiatização da política; Crises políticas, a Operação Lava Jato e a cobertura da mídia; Mídias sociais, fake news e pós-verdade no Brasil; O jornalismo político e a desconfiança na democracia contemporânea; Propaganda política, ciberativismos e (des)construção da imagem pública.



SEMINÁRIOS EM COMUNICAÇÃO – RAÇA COMO CATEGORIA ANALÍTICA NOS ESTUDOS DA MÍDIA

Dia/hora: 02/09 a 06/09 – 09h às 12h

OPTATIVA PARA MESTRADO E DOUTORADO

Profa.: Denise Carvalho

Carga horária: 15h

Créditos: 01

Ementa: Historicização e reconhecimento da raça como categoria analítica nos estudos da mídia. Compreensão dos conceitos de racismo, preconceito e discriminação no âmbito da análise das narrativas midiáticas. Apropriação do referencial teórico dos estudos de raça e de sua representação nas diversas esferas da comunicação midiática. A categoria de raça nos processos de desigualdades identificadas nos estudos da mídia.

Calendário PPGEM 2019.2 (RETIFICADO)

Requerimento – Seleção para Aluno Especial do Mestrado PPgEM 2019.2

EXPEDIENTE DA SECRETARIA DO PPGEM NO PERÍODO DE RECESSO

terça-feira, julho 2nd, 2019
Informamos que, entre 01/07/2019 (segunda) e 05/07/2019 (sexta), a Secretaria do PPgEM funcionará das 07h30 às 16h.
E no período de 08/07/2019 a 18/07/2019, em razão das férias da Secretária do PPgEM, o expediente será das 12h às 16h.
Boas férias!

Calendário do PPgEM 2019.2 (SEGUNDA RETIFICAÇÃO)

sexta-feira, junho 28th, 2019

  • MATRÍCULAS (ONLINE) PARA ALUNOS REGULARES DA UFRN: 22 a 26/07/2019  no SIGAA (www.sigaa.ufrn.br).
  • PERÍODO DE VALIDAÇÃO DAS MATRÍCULAS PELOS PROFESSORES ORIENTADORES: 29/07 até 02/08/2019.
  • PERÍODO DE INSCRIÇÃO PARA A SELEÇÃO DE ALUNOS ESPECIAIS: 22 a 26/07/2019, das 08h às 17h, na Secretaria do PPGEM (prédio do DECOM).

OBSERVAÇÃO: O candidato poderá se inscrever em mais de uma disciplina, mas deverá apresentar Requerimento e Currículo Lattes para cada inscrição. O número de vagas para alunos especiais será de, no máximo, 20% das vagas preenchidas pelos alunos regulares. Os documentos necessários são:

  • Requerimento (disponibilizado no site);
  • Cópia da Carteira de Identidade e do CPF;
  • Cópia do Diploma e do Histórico Escolar da graduação;
  • Cópia do Currículo Lattes resumido.
  • RESULTADO DOS ALUNOS ESPECIAIS SELECIONADOS: 05 de agosto de 2019, no site www.cchla.ufrn.br/ppgem;
  • PERÍODO DE MATRÍCULA DOS ALUNOS ESPECIAIS SELECIONADOS: 06 a 09 de agosto de 2019.
  • PERÍODO DE REMATRÍCULA ALUNOS REGULARES: 26 a 28 de agosto.
  • INÍCIO DO SEMESTRE LETIVO 2019.2: 05 de agosto de 2019.
  • ÚLTIMO DIA PARA TRANCAMENTO DE DISCIPLINAS (no SIGAA): 30 de setembro de 2019.
  • TÉRMINO DO SEMESTRE LETIVO 2019.2: 29/11/2019.

DETALHAMENTO DAS DISCIPLINAS:

PEM0010 – TÓPICOS EM COMUNICAÇÃO MIDIÁTICA 1 – LITERATURA, MÍDIA E DIREITOS HUMANOS

Dia/hora: segundas-feiras das 14h55 às 17h40 (2T345)

OPTATIVA PARA MESTRADO E DOUTORADO

Profs.: Angela Pavan e Socorro Veloso

Carga horária: 45h

Créditos: 03

Ementa: Com o apoio de produções literárias e de distintos enfoques teóricos e metodológicos associados ao campo da literatura e das mídias, propõe-se o debate em torno da multiplicidade de experiências narrativas, bem como de seus desdobramentos (obras de ficção e não ficção, histórias de vida, projetos coletivos, produções no ambiente digital, narrativas audiovisuais, entre outros) visando à compreensão do complexo cenário social, cultural e político nos quais essas experiências se encontram – e se confrontam.

PEM0001 – TEORIAS DA COMUNICAÇÃO MIDIÁTICA

Dia/hora: terças-feiras das 13:50 às 17:40 (3T2345)

OBRIGATÓRIA PARA MESTRADO E DOUTORADO (para alunos ingressos em 2019.1)

Profs.: Juciano Lacerda e Michael Hanke

Carga horária: 60h

Créditos: 04

Ementa: Conceitos de Mídia. Lógicas, suportes, materialidades, convergências e dispositivos midiáticos. Perspectivas dos estudos das mídias na contemporaneidade. Práticas e sociabilidades nos processos midiáticos. Paradigmas, modelos e processos em construção.

PEM0006 – ESTUDOS DE MÍDIA E PRODUÇÃO DE SENTIDO

Dia/hora: quartas-feiras das 13:00  às 15:45 (4T123)

OBRIGATÓRIA PARA MESTRADO E DOUTORADO DA LINHA DE PRODUÇÃO DE SENTIDO (para alunos ingressos em 2019.1)

Profs.: Josenildo Bezerra e Luciana Miranda

Carga horária: 45h

Créditos: 03

Ementa: A mídia enquanto instituição social. Interrelacionar as práticas midiáticas com os processos de significação socioculturais. Articular o equilíbrio entre a representação que a mídia faz das identidades locais, regionais, nacionais e globais e as noções de espaço público.

PEM0007 – ESTUDOS DE MÍDIA E PRÁTICAS SOCIAIS

Dia/hora: quartas-feiras das 15:45 às 18h30 (4T456)

OBRIGATÓRIA PARA MESTRADO E DOUTORADO DA LINHA DE PRÁTICAS SOCIAIS (para alunos ingressos em 2019.1)

Profs.: Itamar Nobre e Sebastião Albano

Carga horária: 45h

Créditos: 03

Ementa: Contribuição das Ciências Sociais para a compreensão das práticas midiáticas na sociedade contemporânea, com ênfase no exame dos processos midiáticos. Construção de identidades. Espaço público. Mídia e construção da realidade social. Organização jurídico-políticae ecômicados sistemas midiáticos. Iniciativas e respostas sociais de interação com as mídias.

PEM0012 - TÓPICOS EM COMUNICAÇÃO MIDIÁTICA 3 – POLÍTICAS DE COMUNICAÇÃO NOS TEMPOS DE CÓLERA

Dia/hora: quintas-feiras das 13h às 15h45 (5T123)

OPTATIVA PARA MESTRADO E DOUTORADO

Profs.: Janaíne Aires e Suzy dos Santos

Carga horária: 45h

Créditos: 03

Ementa: A verve crítica de Garcia Márquez ao narrar a vida política nos serve como dupla inspiração. Por um lado, sua farta produção jornalística está repleta de exemplos que remetem com facilidade ao berço das nossas elites – patriarcal-patrimonialista – e seu modus operandi – clientelista, colonizado – e, por outro lado, a longa jornada até a travessia final para o amor de Fermina e Florentino, no romance O amor nos tempos do cólera, nos serve de analogia para o estudo das complexas relações que se estabelecem entre os sistemas midiático e político na construção das políticas de comunicação no contexto capitalista dos países periféricos. O longo rito da travessia, permeado por intervenções estruturais ou por impactos conjunturais, inspira a pensar uma linha narrativa das políticas de comunicação na história política nacional no último século. Começando na implantação do rádio, no contexto das duas grandes guerras do século XX, passando pelos longos períodos autoritários e chegando ao atual contexto de desdemocratização global, pretendemos estudar a economia política da comunicação, em particular da radiodifusão aberta, analisando suas lógicas estruturais, processos de mercantilização e suas dinâmicas de espacialidade no Brasil. A base essencial será a discussão das possibilidades metodológicas, de coletas de dados e do marco conceitual do projeto de pesquisa Coronelismo Eletrônico: dinâmicas assimétricas de poder e negociação, desenvolvido pelo grupo de pesquisa Políticas e Economia da Informação e da Comunicação como parte dos resultados finais da pesquisa.

PEM0011 – TÓPICOS EM COMUNICAÇÃO MIDIÁTICA 2 – IMAGEM, MÍDIA E CRISE DA REPRESENTAÇÃO POLÍTICA

Dia/hora: quintas-feiras das 15:45 às 18:30 (5T456)

OPTATIVA PARA MESTRADO E DOUTORADO

Profs.: Adriano Cruz

Carga horária: 45h

Créditos: 03

Ementa: A midiatização da política; Crises políticas, a Operação Lava Jato e a cobertura da mídia; Mídias sociais, fake news e pós-verdade no Brasil; O jornalismo político e a desconfiança na democracia contemporânea; Propaganda política, ciberativismos e (des)construção da imagem pública.

CALENDÁRIO PPGEM 2019.2 (RETIFICADO)