Centro: CCHLA - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (Natal)
Modalidade: Licenciatura
Vagas: 40

O Curso

Diz o ditado popular que um artista se faz com 10% de inspiração e 90% de transpiração. Ainda que o curso de Licenciatura em Artes Visuais esteja muito mais voltado à formação de professores de artes visuais do que de artistas, é importante destacar que tanto produzir quanto aprender a ensinar artes visuais exigem dedicação e trabalho.

Esse curso é relativamente novo na UFRN, considerando que a primeira turma entrou no primeiro semestre de 2006. Os alunos têm aula pela manhã e à tarde e, ao se manterem nivelados, podem concluir o curso em 4 anos.

Durante esse tempo, os graduandos são preparados para o ensino, a produção, a pesquisa e a crítica das artes visuais. A formação é voltada para o desenvolvimento da percepção, da reflexão e do potencial criativo, dentro da especificidade do pensamento visual. Os alunos são estimulados a se manterem atentos à promoção do conhecimento em Artes Visuais, levando em conta o fazer artístico, a apreciação das obras de arte e a contextualização histórico-cultural e social das mesmas. Além disso, devem atualizar-se quanto às mudanças pedagógicas e às especificidades do ensino na área de Artes.

Portanto, ao escolher esse curso, o aluno estuda e aprofunda conteúdos específicos da área de artes visuais, tais como desenho, pintura, escultura, gravura e artes tecnológicas. Também adquire conhecimentos de fundamentação teórica, dentre os quais se destacam: história das artes, crítica das artes, cultura brasileira e estética filosófica. Enfim, aprende, na teoria e na prática, conteúdos da área pedagógica, como: metodologia do ensino em artes visuais, psicologia educacional, didática e organização da educação brasileira. Além disso, o aluno cumpre 4 estágios obrigatórios em instituições de ensino.

Além das disciplinas obrigatórias, os alunos podem escolher o que quer estudar, cursando disciplinas que aparecem como optativas dentro da estrutura curricular. Além disso, é estimulado a participar de eventos acadêmicos, culturais e artísticos, o que lhe permite cumprir a carga horária de Atividades Complementares do curso.

Vale destacar que o curso de Licenciatura em Artes Visuais é oferecido em diversas universidades do país, sendo procurado por aquelas pessoas que se sentem atraídos pela Arte e pelo Ensino de Artes.

Atuação Profissional

Sendo uma licenciatura, o Curso de Artes Visuais prepara professores para ensinar Artes Visuais em escolas formais da rede básica, ou seja, em escolas de ensino infantil, ensino fundamental e ensino médio ou em outros locais de ensino não-formais, como museus e espaços que abrigam programas públicos de apoio e assistência ao idoso, criança e adolescentes, dentre outros.

Considerando a formação e a vivência adquirida no curso, o licenciado em Artes Visuais também poderá atuar em outros espaços que necessitem de profissionais com sólida formação cultural e artística, tais como instituições governamentais, Organizações Não-Governamentais (ONGs) e centros culturais. Pode ainda desenvolver atividades vinculadas à pesquisa, produzindo novos conhecimentos na área de artes, ou prestar serviços em atividades de divulgação e promoção artístico-cultural, como, por exemplo, exposições.

Complementando seus estudos com uma especialização, poderá dedicar-se a áreas mais específicas, como restauração, curadoria, museologia e mercado de arte. Indo mais longe e realizando um Mestrado e um Doutorado, aprofundará sua carreira de pesquisador, tornando-se apto para ensinar no ensino superior (universidades).

Base Legal

A profissão de professor, independente da área, é reconhecida socialmente, cabendo à instituição formadora atestar, através de diploma, a capacitação do profissional. Assim, o portador de diploma universitário de Licenciatura em Artes Visuais está habilitado a ensinar as artes visuais em qualquer espaço de ensino.

Um dado importante, nesse sentido, é que a Lei de Diretrizes e Bases da Educação, promulgada em 1996, determina que o ensino de Artes Visuais, Teatro, Música e Dança é componente obrigatório em todos os níveis de ensino das escolas da rede básica, tanto públicas como privadas. Mas não basta que estas disciplinas sejam obrigatórias: é fundamental que elas sejam dadas por profissionais qualificados e não por qualquer pessoa com vagas habilidades artísticas. Assim, tanto as escolas quanto os alunos devem exigir que os professores de artes sejam oriundos de cursos universitários específicos, como é o caso da Licenciatura em Artes Visuais.

Mercado de Trabalho

O campo de trabalho mais visível são as escolas públicas e privadas da rede básica de ensino. Vale destacar que, embora os professores brasileiros ainda não sejam convenientemente remunerados, já está em vigor o piso salarial nacional. Por outro lado, é importante lembrar que a atividade docente permite ao professor conciliar várias possibilidades de atuação, como, por exemplo, dar aulas num turno e exercer cargo técnico-executivo em outro.

No que se refere aos espaços não-formais de ensino, observa-se uma crescente preocupação, tanto do governo quanto de empresas privadas, em criar espaços e centros culturais ou assistenciais, sobretudo para atender crianças e adolescentes em situação de risco.

Para as outras possibilidades de atuação, é preciso considerar que o mercado tem uma dinâmica própria, e que não há como garantir oportunidades de trabalho para todos. Porém, sabe-se que o investimento pessoal de cada um pode fazer a diferença no momento de concorrer a uma colocação profissional.

Assim, é recomendável que o licenciado em Artes Visuais aperfeiçoe constantemente sua cultura, interessando-se pelo que está acontecendo no mundo e nas diferentes áreas artísticas (artes visuais, teatro, dança, cinema, literatura). Também é importante participar de eventos na área, dentro e fora da universidade, e investir em cursos de formação continuada, como os de línguas estrangeiras.

Em outras palavras, é completando a formação recebida na universidade que o aluno pode criar condições para se destacar e garantir o seu lugar no mundo profissional.

Importância no contexto socioeconômico

Há um consenso geral quando o assunto é a importância da educação para o desenvolvimento social, cultural e econômico da nação. Daí a preocupação de todos com a qualidade do ensino, a começar pelo da rede básica. De fato, professores bem formados são indispensáveis para atuar na educação de crianças e adolescentes, formando futuros profissionais competentes e seres humanos realizados.

Os conteúdos ensinados pelo(a) professor(a) de Artes Visuais, em particular, são fundamentais para se despertar o senso estético, a criatividade, a inteligência e a sensibilidade dos alunos, influindo positivamente em sua capacitação e formação cidadã.

Por isso, é importante reafirmar que o investimento em educação, bem como em atividades artísticas e culturais, é essencial para o desenvolvimento material e humano do país. Como diz Caetano Veloso em uma de suas canções: "A gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão e arte". Com arte, um povo pode ir além dos aspectos materiais da vida, despertando para mundos subjetivos de poesia e questionamentos. Abrir as portas para esses mundos é, portanto, tarefa de quem faz e ensina Artes Visuais.